PRECIOSIDADES NÃO FEITAS POR MÃOS HUMANAS

 

 

SEXTA PARTE: CORPOS INCORRUPTOS DE SANTOS E BEATOS

6.1. Considerações Gerais

- A existência de corpos incorruptos de pessoas, cujas vidas constituíram exemplos edificantes, está relacionada a fenômenos que desafiam as leis naturais, pois neles não ocorreu o habitual processo de putrefação e decomposição físicas, impedindo assim sua progressiva transformação, até atingirem, finalmente, a condição de simples pó.

- Temos tratado aqui de coisas e fatos preciosos conforme o título conferido a este conjunto de temas, podendo parecer estranho para algumas pessoas a escolha, para esta Sexta Parte, do tema referente a corpos humanos após a morte. Porém, o grupo da Missão Popular desta Paróquia, envolvido na produção desta série sobre “Preciosidades não Feitas por Mãos Humanas”, vem esclarecer que o assunto, aparentemente referente à morte, de fato não deve ser apenas assim considerado, pois está, sim, direcionado para a vida, ou seja, constituindo um sinal de vida; até certo ponto poder-se-ia dizer morte que é vida. Embora ainda não tenha ocorrido a ressurreição, esses corpos fazem-nos lembrar do Senhor Jesus, que não conheceu a corrupção física( Sl 15 ou 16, 10 e At 2, 31 ), como que prefigurando de certa forma a futura ressurreição da carne.

- Alguns corpos continuam totalmente incorruptos, outros iniciaram o processo de degeneração ao longo do tempo e há casos de incorrupção parcial do corpo; e outros já foram sepultados em definitivo.

- Excluem-se aqui, em relação aos objetivos desta comunicação, os corpos em que ocorreram os processos de saponificação ou de mumificação natural ou provocada.

- ATENÇÃO- Vale lembrar o que vem sendo recomendado nas partes anteriores, a saber: logo após entrar nesta Sexta Parte, convém proceder-se à leitura ou recordar-se do que consta do texto sob o título “Introdução”, precedendo a Primeira Parte, que trata do tema “A Imagem mais Estudada e Pesquisada, que está em Turim”, o que há de possibilitar uma noção do sentido de todas as exposições que compõem esta série“. As demais Partes, já publicadas, têm suas referências arroladas no espaço final desta Sexta Parte, de onde podem ser diretamente acessadas, clicando-se sobre os títulos correspondentes.

6.1.1. Nota: este tema está sujeito a certas controvérsias, porém os dados e observações disponíveis são suficientemente esclarecedores, como veremos em seguida; apesar de envolverem mistérios que ultrapassam nossa limitada capacidade de entendimento, permitem-nos contemplar, sem dúvida, uma prodigiosa obra, a exemplo dos resultados de outros estudos e investigações desenvolvidos no âmbito da Igreja Católica Apostólica Romana.

6.2. Condições Ambientais que Poderão Contribuir para a Incorrupção

Sabe-se que baixas temperaturas e ausência de umidade, nos locais em que corpos são enterrados, podem fazer com que os processos de putrefação e decomposição física não ocorram ou se prolonguem. A propósito, um dos participantes da Missão Popular desta Paróquia informa que, na década de 70, quando ele trabalhava junto ao então Secretário Municipal de Saúde, foram encontrados diversos casos de corpos em relativo estado de conservação, em cemitérios da Cidade do Rio de Janeiro. Em consequência, após as devidas análises e avaliações que permitiram concluir, como fator causal, a existência de plásticos empregados para revestir internamente as urnas funerárias, foi em seguida emitido ato normativo impedindo que os serviços funerários utilizassem aquele tipo de material.

6.3. Algumas Características dos Corpos Incorruptos


Têm sido relatadas, variando de caso para caso, as seguintes características que servem, inclusive, para afastar a contribuição de fatores e condições ambientais contrários à ocorrência de incorrupção:

- ausência de rigidez cadavérica, inclusive com depressão à compressão de tecidos e flexibilidade corporal, mantendo-se a movimentação passiva de articulações;

- desprendimento de agradáveis perfumes, inclusive propagando-se para todo o ambiente;

- temperatura corporal correspondendo à do ambiente;

- tonalidade rósea da pele;

- desprendimento espontâneo de uma espécie de óleo, com aspecto comparável ao de óleo vegetal, ou de outros líquidos, como água, e de sangue, inclusive sangue com aspecto de recentemente coagulado;

- sangramentos produzidos por incisões( cortes );


- integridade física dos corpos ou de partes dos mesmos, apesar de condições ambientais observadas, de todo favoráveis à putrefação e à decomposição( com casos de corpos incorruptos, encontrados ao lado de outros corrompidos, no mesmo ambiente; ou de corpos sepultados diretamente na terra, portanto sem qualquer proteção ou envoltório; e pelo menos um caso de corpo de um mártir, posto em uma lixeira, após ser supliciado ).

6.4. Exemplos de Casos de Incorrupção

- São numerosos: 102 casos segundo a norte-americana Joan Carroll Cruz, em seu livro “The Incorruptibles, 1977, Tan Books. Não seria possível mencionar aqui todos os casos, face o escopo desta série. Assim sendo, podem ser citados, dentre muitos outros, os seguintes: Santa Bernadette Soubirous( ver foto abaixo, próximo ao final desta Parte ); São João Vianney, o Cura d’Ars; Santa Catarina de Bolonha; Santa Rita de Cássia; São Charbel Makhlouf; São Vicente de Paula; Santo Ambrósio; Santa Rita de Cássia; Beata Maria Ana de Jesus; Santa Madre Inês de Jesus; Santa Catarina Labouré; São João Bosco; São João Neumann; Papa Pio IX; Santa Luzia; Beato Pier Giorgio Frassati; e São Pio de Pietrelcina( Padre Pio ), do qual duas fotos também se encontram um pouco antes do final desta Parte.

Nota: não está registrado ter havido o embalsamamento dos corpos dessas pessoas, cujas mortes ocorreram há muitos anos ou até em séculos passados, inclusive muito tempo antes do uso das técnicas vigentes nos últimos séculos.

- Sugerimos o acesso aos sites e páginas em seguida relacionados, em parte dos quais são apresentadas algumas fotografias desses corpos ou relatados dados biográficos e certas observações de interesse:

http://www.lepanto.com.br/dados/corpSant.html

http://www.paginaoriente.com/santosdaigreja/incorruptos.htm ( ver, no texto da “Biografia”, a nota da redação relativa ao tratamento do corpo do Papa João XXIII )

http://www.veritatis.com.br/article/3417

http://www.cot.org.br/igreja/corpos-incorruptos.php http://oepnet.sites.uol.com.br/incorruptos.htm

http://blog.bibliacatolica.com.br/2007/09/19/reliquias-de-santa-margarida-maria-alacoque-chegam-a-brasilia/

http://www.apelosurgentes.com.br/content/view/138/89/( ver as quatro partes através das indicações “anterior” e “próximo”, postas no final de cada texto exposto, visando à sua utilização )

http://www.cademeusanto.com.br/ct.htm(com apenas algumas referências a corpos incorruptos, pois não constam referências específicas a certos corpos sabidamente preservados )

http://www.projetocrescer.net/osantodasemana_.asp?artigo=13

http://www.zenit.org/article-19022?l=portuguese( sobre o Beato Píer Giorgio Frassati, um dos dez patronos da 23a Jornada Mundial da Juventude realizada em Sidney, Austrália, em 2008, onde sua relíquia foi então exposta; sua vida constitui um grande exemplo para os jovens )


- E pode ser acrescentado o relato histórico, feito em agosto de 2007 pelo Cardeal José Saraiva Guerreiro, então prefeito da Congregação para as Causas dos Santos, sobre os casos do Beato Antônio Pezzulla e dos demais 812 Beatos Mártires de Otranto, cujos corpos permaneceram insepultos e incorruptos durante 11 meses, até serem sepultados em setembro de 1481. Ver essa impressionante comunicação em

http://www.zenit.org/article-15926?l=portuguese( não deixe de lê-la ).

6.4.1. Incorrupção Parcial


- Consiste na preservação de parte do corpo, como ocorreu nos seguintes casos: a língua de Santo Antônio de Lisboa( ou de Pádua ); o coração de Santa Brígida da Suécia( encontrado no momento da exumação, junto ao pó em que o corpo se transformou ); parte do cérebro de Santa Margarida Maria Alacoque; e as línguas de São João Nepomuceno e da Beata Batista Varani.

6.5. Fotos Expressivas de Corpos Incorruptos

- Veja parte do corpo incorrupto de Santa Bernadette Soubirous, a vidente de Lourdes, falecida em 1879, um dos mais significativos casos de que se dispõem:.



 

- Veja também duas fotos do corpo incorrupto do Padre Pio( São Pio de Pietrelcina ), quase 40 anos após sua morte, que ocorreu em 23 de setembro de 1968:

 

6.6. Conclusões

- Os elementos disponíveis indicam certamente o caráter de misteriosa excepcionalidade que envolve os corpos incorruptos, superando os processos conhecidos de transformação corpórea após a morte e parecendo assim contrapor-se às leis naturais que as regem.

- Tudo leva a crer que mão humana alguma teria qualquer possibilidade de fazer algo tão extraordinário e, da mesma forma, a própria natureza . Só um embalsamador de superior e exclusiva capacidade poderia ser o Autor de tão grandes prodígios. Que cada um procure encontrá-Lo.

Pesquisa e texto: Missão Popular da Paróquia Cristo Redentor

Próximo tema: “Alguns Esclarecimentos e Considerações Necessários sobre Esta Série”


   
 
 
PRIMEIRA PARTE: A Imagem Mais Estudada e Pesquisada que está em Turim
   
 
SEGUNDA PARTE: A Presença Real e Sinais Eucarísticos
   
 
   
 
QUARTA PARTE: Véu de Manopello, Véu de Verônica?
   
 
QUINTA PARTE: Uma Relíquia Brasileira: A Sagrada Face, que Está em Roseira (SP )  
   
   
   
  voltar
 

© 2007- 2010 Paróquia Cristo Redentor - Todos os direitos reservados